Cintigrafia de Perfusão Miocárdica

A cintigrafia de perfusão do miocárdio (CPM) é hoje o estudo mais frequentemente pedido em Medicina Nuclear.

Consiste na administração intra-venosa de um radiofármaco para estudar a distribuição do fluxo sanguíneo no miocárdio.

A cintigrafia identifica áreas de diminuição relativa do fluxo sanguíneo (áreas de menor captação do radiofármaco), associadas a isquémia ou necrose.

Uma das principais vantagens é o seu carácter não invasivo.
 

Indicações para a Cintigrafia de Perfusão Miocárdica

Diagnóstico de doença coronária;

Estratificação de risco após enfarte ou antes de uma cirurgia de revascularização;

Avaliação prognóstica da doença coronária crónica: extensão, gravidade e distinção entre miocárdio viável e fibrose;

Avaliação do significado funcional de uma estenose conhecida (50-70%);

Avaliação da resposta ao tratamento.

 

Artigo Relacionado

Medicina Nuclear