Biopsia Prostática de Fusão

Atualmente as biópsia da próstata são realizadas em todos os doentes com lesões clinicamente suspeitas de malignidade.

Este novo método utiliza as imagens previamente fornecidas pela Ressonância Magnética multiparamétrica da próstata e faz a sua fusão com a imagem fornecida pela ecografia da próstata, tornando a biópsia da próstata mais precisa e rigorosa.

O aparecimento de software de fusão de imagens de Ressonância Magnética Nuclear (RMN) com ecografia em tempo real veio permitir não só aumentar a probabilidade de deteção da doença maligna, mas também minimizar o número de punções necessário em cada procedimento e diminuir a probabilidade de ter de repetir as biópsias.