Lesões do cotovelo

Lesões do cotovelo

O cotovelo é a articulação situada na região mediana do braço onde se reúnem três ossos longos: o úmero, o rádio e o cúbito. O úmero situa-se no braço e articula-se com o cúbito na região interna do antebraço e com o rádio na região externa do antebraço.

 

Esta articulação permite os movimentos de rotação, flexão e extensão do braço. A flexão do antebraço é realizada pelo bicípede e a extensão depende do tricípede.

 

A região mais externa do cotovelo é designada como epicôndilo externo e pertence ao úmero. A lesão dos tendões que aí se inserem corresponde a uma tendinite ou epicondilite externa (cotovelo de tenista).

 

A região mais interna do cotovelo é designada como epicôndilo interno. A lesão dos tendões que aí se inserem corresponde a uma tendinite ou epicondilite interna (cotovelo de golfista).

 

Existe ainda uma bolsa preenchida por um fluido (bursa) que pemite reduzir o atrito associado aos movimentos.

 

O cotovelo pode ser afectado por inflamações de tendões ou da bursa, por fracturas, artrite ou irritação de estruturas nervosas.

 

Os desportos que mais se associam a lesões do cotovelo são o ténis, golfe, desportos de contacto, artes marciais, futebol.

 

Contudo, as lesões do cotovelo podem ocorrer num grande número de desportos, sendo os mais relevantes aqueles em que existe um uso excessivo da articulação, como os desportos com movimentos de lançamento (voleibol, basebol) ou então naqueles em que pode ocorrer um traumatismo súbito (futebol, ginástica).

 

Este tipo de lesões tem vindo a aumentar de frequência nas últimas décadas e afectam não apenas os desportistas profissionais mas também as actividades escolares e amadoras.

 

Para efetuar uma marcação de consulta, selecione o separador “corpo clínico” e escolha o médico de uma unidade mais próxima de si.