Retenção de líquidos: como minimizar os efeitos

Pernas pesadas ou barriga inchada são alguns dos sintomas de quem sofre de retenção de líquidos. A solução passa por combater as causas.
Publicado por: CUF em 28 de Março 2017
Tags: fluidos , inchaço , retenção de líquidos

Por vezes, o corpo não consegue eliminar os fluidos em excesso e estes acumulam-se nos tecidos, provocando edema (inchaço), sobretudo nas pernas, tornozelos, mãos e abdómen. A isso chama-se retenção de líquidos. É um mal do qual se queixam sobretudo as mulheres.

 

Potenciais sintomas

Quem sofre de retenção de líquidos pode aumentar até 2 ou 3 quilos de peso, mas a condição também pode compreender outros sintomas:

  • Sensação de pernas pesadas;
  • Pernas e mãos visivelmente inchadas;
  • Distensão abdominal;
  • Cãibras;
  • Mal-estar.

 

O que pode causar a retenção de líquidos?

Existem várias causas potenciais para a retenção de líquidos, que vão desde comportamentos e hábitos menos adequados a outros problemas de saúde. A saber:

  • Má alimentação;
  • Consumo excessivo de sal;
  • Carência de nutrientes como vitaminas e sais minerais (como magnésio e potássio), que contribuem para a regulação dos fluidos;
  • Sedentarismo;
  • Excesso de peso;
  • Doenças renais, da tiroide (hipotiroidismo), cardíacas ou má circulação sanguínea;
  • Toma de alguns fármacos;
  • Passar muitas horas de pé ou sentado;
  • Uso de roupa demasiado apertada;
  • Flutuações hormonais, designadamente no período pré-menstrual e durante a gravidez.

 

Como minimizar

Para ajudar a tratar a retenção de líquidos, é recomendável que:

  • Reduza a adição de sal aos alimentos, substituindo-o por ervas aromáticas com ação diurética como salsa, funcho ou estragão, ou por especiarias como o açafrão-da-índia;
  • Evite comer alimentos com muito sal/sódio (como batatas fritas, enchidos, caldos e molhos);
  • Beba bastante água para facilitar a excreção do sódio e dos fluidos acumulados;
  • Evite a ingestão de bebidas alcoólicas;
  • Coma mais alimentos ricos em magnésio, como cereais integrais e frutos gordos (avelãs, nozes, amêndoas), e em potássio, como leguminosas (grão, feijão) e hortofrutícolas em geral;
  • Faça exercício físico regularmente.

 

5 exercícios que podem ajudar

  1. Ao final do dia, deite-se e eleve as pernas acima da altura do tronco (pode usar almofadas para o efeito).
  2. Com as pernas ligeiramente elevadas, mova as pontas e os dedos dos pés para trás e para a frente, repetindo várias vezes.
  3. Deite-se e coloque um elástico nas plantas dos pés, puxando a ponta do pé para si e o calcanhar para cima.
  4. Coloque-se na ponta dos pés e, depois, em calcanhares, em movimentos lentos e repetidos.
  5. Se o inchaço se verificar nas mãos, mova os punhos em movimentos circulares com uma bola entre as mãos e o cotovelo bem apoiado.

 

Atenção!

Em alguns casos, o tratamento da retenção de líquidos pode obrigar a tomar medicamentos diuréticos e a utilizar meias elásticas. Consulte o seu médico.