Seniores & Férias em família: 10 conselhos (Slideshow)

Regras para que as férias com os seus pais ou avós sejam seguras, saudáveis e divertidas.
Publicado por: CUF em 14 de Agosto 2014
Tags: ferias com seniores , férias em família , idosos , segurança , Seniores

1. Planeamento adequado

É essencial ter em conta as necessidades e limitações dos seniores antes de se decidir por um destino de férias. Por exemplo, escolher um destino que não tenha um hospital que seja facilmente acessível é uma má opção. Por outro lado, passar as férias de verão numa grande cidade implica, geralmente, muitos passeios a pé, calor e pouco descanso, uma trilogia inadequada (e perigosa) para quem tem mais de 65 anos. 

2. Condições de segurança

Muitos seniores têm problemas de equilíbrio, o que favorece as quedas. Por isso, certifique-se que a casa ou hotel é de fácil acesso e que reúne as condições mínimas de segurança. Se for caso disso, afaste obstáculos que existam entre o mobiliário e fixe os tapetes.

3. Na bagagem...

Não se esqueça de providenciar que o sénior leva todos os medicamentos que toma habitualmente, bem como vestuário e calçado adequado ao destino que escolheram. 

4. Tenha o contacto do médico assistente “à mão”

Além do esquema dos horários dos medicamentos que o sénior toma, tenha sempre consigo o numero de telefone do médico assistente para poder contactá-lo rapidamente caso haja necessidade.

5. Alimentação cuidada

Tenha também em conta que o calor propicia as intoxicações alimentares, pelo que deve ter alguns cuidados e evitar alguns alimentos (para saber mais veja o vídeo "Verão: cuidados com a alimentação").

6. Refeições a horários regulares

As refeições devem ser saudáveis, fracionadas, feitas em conjunto e, sempre que possível, nos mesmos horários. Períodos de jejum prolongados são prejudiciais para a saúde (em todas as idades, aliás) e é necessário não esquecer que, muitas vezes, quem tem mais de 65 anos precisa de tomar vários medicamentos às refeições, o que reforça ainda mais a importância de fazê-las sempre nos mesmos horários (o que também ajuda a evitar que os seniores se esqueçam de tomar a medicação). 

7. A hidratação deve ser uma prioridade

Principalmente nos dias mais quentes, beber muitos líquidos é fundamental para o bom funcionamento do organismo do sénior, especialmente vulnerável aos efeitos do calor (tal como o das crianças). Água, sumos naturais e chás/tisanas sem adição de açúcar são boas opções para evitar a desidratação, situação que pode ter consequências graves.  

8. Proteção solar sempre

Não se esqueça de se assegurar que os mais velhos aplicam protetor solar com fator de proteção solar não inferior a 30 (e superior a 50 no rosto)  antes de saírem de casa e renovam a aplicação regularmente. Respeite o "horário vermelho": toda a família deve evitar a exposição solar entre as 11h e as 16h (veja o vídeo "Vem aí o verão!" e fique a par de todos os cuidados que deve ter). Aproveite esse período para reunir toda a família em volta da mesa e joguem às cartas, dominó, Monopólio... há mil e uma opções de jogos para todas as idades e é uma oportunidade para gozarem da companhia uns dos outros.

9. Esteja atento

Se o sénior sofrer de algum tipo de patologia que afete a memória e/ou o sentido de orientação, assegure-se que ele não se afasta do local onde estão (na praia, por exemplo) e que tem sempre consigo um documento de identificação e o contacto telefónico de um familiar. Peça ajuda aos seus filhos nesta tarefa. 

10. Momentos felizes

Muitos seniores sofrem de isolamento e de depressão, o que afeta a saúde e bem-estar geral. Esta é uma oportunidade, por excelência, para que os mais velhos convivam com os mais novos, se sintam incluídos na rotina familiar e que tenham uns dias de férias felizes.