Prevenção do Cancro da Mama

Prevenção e Diagnóstico Precoce

 

O diagnóstico precoce do cancro da mama, antes de surgirem quaisquer sinais ou sintomas, é fundamental na medida em que o mesmo aumenta a probabilidade do tratamento ser mais eficaz e, em consequência, possibilitar um melhor prognóstico da doença. Para além de diminuir a mortalidade, o diagnóstico precoce poderá nalguns casos evitar cirurgias mutilantes como a mastectomia radical e o uso de quimioterapia. 

 

 

Deve conversar com o seu médico acerca do seu risco pessoal de ter cancro de mama, determinando a idade a partir da qual deverá iniciar os exames de despiste da doença e a frequência dos mesmos.

 

Para a detecção precoce do cancro da mama, é geralmente recomendado que:

- A partir de uma determinada idade, que deve estar entre os 40 e os 50 anos, as mulheres devem fazer uma mamografia anual ou em cada dois anos; Não há consenso quanto à idade recomendada para início nem quanto à periocidade, esse marco deve ser decidido caso a caso com o seu médico.

 

A mamografia permite visualizar nódulos na mama, antes que este possa ser sentido ou palpado pela mulher, bem como eventuais microcalcificações. Com base no resultado da mamografia, o médico, pode pedir que a mesma seja repetida e se necessário solicitar uma biopsia mamária.

 

Para além da mamografia, as medidas de detecção precoce da doença incluem ainda o auto-exame da mama e o exame clínico da mama efectuado pelo seu médico.

 

O auto-exame da mama deve ser feito uma vez por mês, sendo a melhor altura a semana a seguir ao período menstrual. A mulher deverá ter em linha de conta que as mamas não são iguais e que podem surgir alterações devido a diversos factores, como é o caso a idade, a toma de pílulas anticoncepcionais, os ciclos menstruais, a gravidez ou a menopausa.

 

Se no seu auto-exame a mulher detectar algo pouco usual, deve sempre entrar em contacto com o médico logo que possível.

 

Para aprender a fazer o auto-exame da mama clique aqui.

 

No que respeita ao exame clínico da mama, o médico procede à palpação das mamas para procurar alterações e/ou nódulos ou outros sinais da doença, em diferentes posições: de pé, sentada e deitada. O médico pode pedir que a mulher levante os braços acima da cabeça, que os deixe caídos ou que faça força com as mãos contra as coxas.

 

Deve ser salientado que a ecografia mamária não é um método indicado para diagnóstico precoce da mama.

 

Nas nossas unidades tem disponível a consulta de mama (ou consulta de senologia) centrada no diagnóstico de cancro da mama.
No mês de Outubro, mês do cancro da mama, as nossas unidades desenvolvem um conjunto de acções de diagnóstico precoce, às quais poderá aderir.