Subtipos cancro do cérebro

Subtipos

 

Os tumores cerebrais são classificados com base na célula que lhes dá origem no sistema nervoso central. O grau dum tumor é usado para mostrar a diferença entre um tumor de crescimento lento ou rápido e tem a ver com o aspecto das células ao microscópio e esse aspecto está associado à capacidade do tumor crescer e espalhar-se.

 

Graus dos tumores cerebrais:

Grau I - O tumor de grau I é um tumor de crescimento lento em que as células se parecem muito com as células de origem, normais, este tumor espalha-se pouco nos tecidos circundantes e pode ser curado pela cirurgia;

 

Grau II - O tumor de grau II é um tumor que cresce devagar, pode espalhar-se aos tecidos circundantes e reaparecer. Alguns destes tumores podem passar a ser de alto grau, após transformação;

 

Grau III - O tumor cresce depressa e pode espalhar-se ao tecido circundante e as células são diferentes das células normais;

 

Grau IV - O tumor cresce e espalha-se depressa, as células não parecem células normais. Há zonas de células mortas no tumor.

 

Para além do grau de malignidade, os cancros do cérebro classificam-se também quanto à sua célula de origem:

 

Tumores astrocíticos - as células que dão origem ao tumor são astrocitos que são células de suporte do cérebro, são células da glia;

Glioma do tronco cerebral - Este tumor é geralmente de alto grau, forma-se no tronco cerebral. Este tumor espalha-se e é dificil de tratar. É pouco frequente em adultos;

Tumor astrocítico da hipófise - Este tumor forma-se no tecido à volta da hipófise e pode ser de qualquer grau;

Astrocitoma pilocítico - É um tumor de grau I que cresce devagar no tronco cerebral ou medula. Pode ter uma form quística e raramente se espalha para os tecidos circundantes;

Astrocitoma difuso - É um tumor de grau II que cresce devagar mas pode-se espalhar para os tecidos circundantes;

Astrocitoma anaplásico - É um tumor de grau III que cresce depressa e espalha-se para os tecidos circundantes;

Glioblastoma - Também chamado glioblastoma multiforme. É um tumor de grau IV, cresce e espalha-se depressa e reaparece depois de tratado;

Tumores oligodendrocíticos - as células que dão origem ao tumor são oligodendrocitos que são células de suporte do cérebro, são células da glia;

Oligodendroglioma - É um tumor de grau II, cresce devagar e espalha-se para os tecidos circundantes;

Oligodendroglioma anaplásico - É um tumor de grau III que cresce depressa e se espalha para os tecidos circundantes;

Gliomas mistos - as células que dão origem a estes tumores são oligodendrocitos e astrocitos;

Oligoastrocitoma - É um tumor de grau II, cresce devagar;

Oligoastrocitoma anaplásico - É um tumor de grau III que cresce depressa e se espalha para os tecidos circundantes. Este tumor tem pior prognóstico que o oligoastrocitoma;

Meningiomas - estes tumores formam-se nas meninges que são membranas que envolvem o sistema nervoso central. Podem ser de grau I, II ou III. São mais comuns os meningiomas de grau I.

 

Há outros tipos de tumores cerebrais menos frequentes: tumores ependimários, tumores da hipófise, meduloblastomas e craniofaringiomas.