Estadiamento cancro colo do útero

Estadiamento

 

O estadiamento é o processo pelo qual nos certificamos se as células do cancro se espalharam do colo do útero para outras estruturas próximas ou mais distantes. A informação obtida pelo processo de estadiamento determina o estadio da doença, fundamental para o planeamento do tratamento.


Se a biopsia fizer o diagnostico de um cancro do colo do útero, tem de ser feito o estadiamento através de exames imagiológicos como a ressonância magnética pélvica, a TAC e a ecografia. 


Com base nos exames efectuados, o estadiamento do cancro do colo do útero pode ser classificado da seguinte forma:

Estadios do Cancro do Colo do Utero

Estadio 0 - cancro in situ, ou seja, o cancro está confinado à camada celular superior do tecido que reveste o colo do útero, podendo ser uma neoplasia cervical intraepitelial (CIN) 1, 2 ou 3;


Estadio IA - invadiu o colo do útero abaixo da camada superior das células o cancro do colo do útero está confinado ao colo e tem até 3mm de profundidade e 7mm de espessura;


Estadio IB - o cancro do colo do útero está confinado ao colo e pode ter mais de 4cm;


Estadio IIA - o cancro disseminou-se para os tecidos adjacentes. Estendeu-se até à parte superior da vagina. O cancro não invadiu o terço inferior da vagina ou a parede pélvica (o revestimento da região entre as ancas).


Estadio IIB - o cancro do colo do útero espalhou-se aos tecidos à volta do colo, denominados paramétrios

 

Estadio III - o cancro do colo do útero espalhou-se até à parte mais baixa da vagina, parede pélvica ou começou a bloquear os ureteres que são os canais que ligam os rins à bexiga. Também pode ter-se disseminado para a parede pélvica e para os gânglios linfáticos adjacentes.

 

Estadio IV - há metástases à distância, como por exemplo o reto ou bexiga

 

Muitas vezes o estadiamento da doença só fica completo após a cirurgia já em fase de tratamento, pela análise efectuada pela Anatomia Patológica do útero, gânglios e outros tecidos colhidos.