Diagnóstico do cancro do útero

Diagnóstico

 

Numa doente com suspeita de cancro do útero podem ser pedidos exames para diagnosticar a doença.

 

Para além do exame pélvico do ginecologista, que procurará sinais da doença na vagina, útero, bexiga e recto pela palpação e visualização através da introdução de um especulo na vagina da mulher, podem ainda ser solicitados:

 

- Ecografia transvaginal: o ginecologista ou radiologista insere um a sonda na vagina da mulher, permitindo a visualização do endométrio. Caso o mesmo evidencie espessamento, o médico poderá fazer uma biópsia;

 

- Biópsia: o médico colhe uma amostra do tecido do revestimento do útero; a biopsia poderá ser feita no momento da ecografia transvaginal, ou através de uma curetagem que consiste no esvaziamento do útero por via vaginal com um instrumento cirúrgico metálico - uma cureta - para obter o material necessário, a enviar para o laboratório de anatomia patológica onde é feito o diagnostico.

 

Só a observação das células suspeitas ao microscópio pela Anatomia Patológica pode confirmar o diagnóstico de cancro do útero.