Sintomas Leucemia

Sintomas

 

Os sintomas da leucemia linfática crónica não são exclusivos, podem aparecer noutras doenças. O facto de ter um ou mais dos sintomas aqui descritos não significa que tem leucemia linfática crónica

 

No início da doença, em muitos casos, não há sintomas. Esta doença é frequentemente diagnosticada porque o doente fez uma análise de sangue de rotina ou por outra razão qualquer que não por suspeita de leucemia. Metade das pessoas com leucemia linfática crónica não apresentam sintomas. Durante um tempo que pode ser de meses a anos, um grande número de linfócitos anormais pode acumular-se em circulação sem causar problemas.

 

Com o passar do tempo, os linfócitos anormais preenchem a medula óssea, tornando difícil a substituição das células normais do sangue que vão morrendo. Deverá estar atento e consultar o seu médico se tiver os seguintes sintomas:

 

Anemia - ocorre quando baixa o número de glóbulos vermelhos no sangue. Pode causar cansaço, falta de ar. Os doentes também podem ficar mais pálidos;

 

Hemorragias – devem-se a um reduzido número de plaquetas em circulação, podendo causar feridas fáceis, hemorragias gengivais e aparecimento de hemorragias na pele ou mucosas;

 

Infecções - Os linfócitos doentes não protegem contra infecções, são ineficazes. Assim sendo, há falta de glóbulos brancos eficientes para combater as infecções;

 

Aumento de volume dos gânglios linfáticos e do baço;

 

Febre;

 

Transpiração nocturna;

 

Perda de peso.