Mieloma Múltiplo

O orgão

 

O sangue é composto por plasma e três tipos de elementos: plaquetas, glóbulos vermelhos e glóbulos brancos.

 

As plaquetas permitem evitar hemorragias, os glóbulos vermelhos transportam o oxigénio para todas as zonas do corpo e os glóbulos brancos são células que formam o nosso sistema imunitário e ajudam a combater as infecções.

 

As células do sangue são produzidas na medula óssea -  um tecido do sistema sanguíneo que se encontra no centro da maioria dos ossos. É na medula óssea que se encontram as chamadas células estaminais e todas as outras células do sangue em vários estadios de formação, a partir das quais são produzidas todas as células do sangue.

 

São formadas muitas classes de glóbulos brancos a partir de uma célula estaminal. Os linfócitos B constituem uma dessas classes, que se transformam em plasmócitos quando uma bactéria ou vírus (microrganismos) invade o organismo. Numa pessoa saudável, menos de 5 em 100 células na medula óssea são plasmócitos.

 

Na medula óssea normal existem plasmócitos, células que produzem anticorpos - também chamados de imunoglobulinas - que são proteínas que se agarram às bactérias e vírus de forma a ajudar o organismo a eliminá-los. Cada tipo de plasmócito fabrica apenas um  anticorpo contra um determinado antigénio, designado para atacar um tipo específico de microrganismo que esteja a provocar uma doença.

 

Existem 5 tipos de anticorpos, e todos diferem entre si na forma como combatem as infecções, uns estão mais presentes no sangue, outros mais presentes noutros locais, como as secreções. Sem a diversidade necessária de plasmócitos que produzam anticorpos, o organismo não consegue combater as doenças infecciosas.