Exercício Clínico

Exercício Clínico

O que é o exercício clínico?

O exercício físico é reconhecido como um dos meios mais eficazes na promoção da saúde e bem-estar do indivíduo. Todavia, para além do seu papel na prevenção, a atividade física tem um vasto campo de aplicação, seja como meio terapêutico seja como coadjuvante no tratamento de diferentes patologias.

 

O exercício clínico atua paralelamente com os cuidados médicos, diminuindo ou atenuando alguns dos sinais e sintomas, acelerando a recuperação e favorecendo uma melhor qualidade de vida aos doentes.

 

Porquê fazer exercício?

O exercício atua como co-adjuvante terapêutico durante e após a fase de tratamento do cancro. Os sintomas de fadiga e dor associados ao tratamento podem condicionar as rotinas diárias, a função social e o estado emocional, originando a diminuição da qualidade de vida associada à atrofia muscular e diminuição a capacidade cardiorrespiratória induzida pelo tratamento e pela doença. A aplicação de um programa de exercício orientado e específico pode ajudar a atenuar a perda de funcionalidade sem qualquer prejuízo na eficácia do tratamento.

 

Os objectivos primordiais do exercício clínico são:

- Melhorar a força muscular
- Melhorar a capacidade cardiovascular
- Reduzir a dor articular
- Prevenir a osteopenia e osteoporose induzida pelo tratamento
- Controlar o ganho ou perda de peso
- Prevenir a anemia
- Prevenir a supressão do sistema imunitário