Estudo timpanométrico do funcionamento da trompa de eustáquio

Estas provas são utilizadas para testar o funcionamento da trompa de Eustáquio, tanto com uma membrana timpânica normal, como na presença de uma perfuração timpânica.
 

Provas a tímpano fechado:
Após a obtenção do timpanograma, efectua-se a manobra de Valsava a qual consiste em criar uma hiperpressão na nasofaringe após encerramento das fossas nasais e da boca durante a expiração forçada.
Após a manobra de Valsava, efectua-se a manobra de Toynbee a qual consiste em criar pressões negativas na nasofaringe através da deglutição.
 

Prova a tímpano aberto:
Nesta prova é criada uma pressão artificial no ouvido, de seguida o paciente é instruído a fazer várias deglutições, em intervalos regulares, durante o período de medição.