Oftalmologia
Sintomas, Doenças e Tratamentos

As cirurgias e exames mais diferenciados serão realizados em articulação com a CUF Infante Santo.

Cirurgia da catarata

Cirurgia refractiva para correcção da miopia, hipermetropia e astigmatismo (Lasik)

A intervenção por laser recorre a tecnologia de ponta para corrigir situações de miopia, hipermetropia e astigmatismo, permitindo que uma elevada percentagem das pessoas que optam por esta técnica não voltem a usar óculos ou lentes de contacto nas actividades da vida diária, melhorando a sua qualidade de vida.
O permanente espírito de inovação na área da medicina, que tem caracterizado o hospital CUF Infante Santo, permitiu reunir no seu Centro de Oftalmologia os melhores meios técnicos e humanos para disponibilizar uma intervenção rápida, indolor e de fácil recuperação.
Trata-se de uma intervenção rápida (cerca de 20 minutos), com recurso a anestesia local pela aplicação de um colírio, e de fácil recuperação, sendo normal sentir algum desconforto nos olhos nas 24 horas após a intervenção. Após a cirurgia pode regressar a casa, acompanhado, devendo apenas seguir as recomendações do seu médico.

Cirurgia refractiva para correcção da miopia e hipermetropia mediante a colocação de lente intra-ocular

Nos casos em que a correcção da miopia ou da hipermetropia não são possíveis pela técnica laser (LASIK), a colocação de uma lente intra-ocular surge como alternativa viável e muito eficaz.
Trata-se de um procedimento rápido, habitualmente feito de um modo diferido em cada olho, e que permite uma rápida recuperação da função visual.
Esta técnica pode ser combinada com o LASIK para corrigir um astigmatismo que possa co-existir.

Cirurgia da córnea
 
Cirurgia palpebral

Cirurgia das vias lacrimais

Cirurgia do estrabismo

Cirurgia do vítreo e da retina

A retina é a camada mais nobre e complexa dos nossos olhos. A presença de alterações da retina, associadas à idade, Diabetes ou outras condições, pode comprometer a sua visão de um modo importante.
A cirurgia do vítreo (gel que preenche os nossos olhos e que se relaciona intimamente com a retina) e da retina é essencial na recuperação da função visual e na prevenção da progressão de muitas doenças, nas quais se destaca, pela sua frequência, a retinopatia diabética.
O descolamento da retina, as lesões traumáticas da retina, a degenerescência macular relacionada com a idade são condições que podem ser tratáveis cirurgicamente, sendo a técnica a utilizar seleccionada caso a caso.

Cirurgia do Glaucoma

Embora a maioria dos casos de glaucoma seja controlado mediante tratamento médico, em alguns casos torna-se necessária uma intervenção cirúrgica para controlo da tensão ocular e estabilização da doença.
Existem diversas técnicas possíveis para a cirurgia do glaucoma que o hospital CUF Infante Santo coloca à sua disposição.

Tratamento a com laser Argon para a retinopatia diabética

A Diabetes, desde que bem controlada, pode nunca chegar a afectar a visão. Contudo, o rastreio oftalmológico regular é essencial para que eventuais alterações sejam precocemente detectadas.
Na presença de retinopatia diabética, o tratamento por laser ou a cirurgia podem permitir a melhoria da função visual e reduzir o risco de progressão da doença.

Cirurgia a Laser Yag