Sangue na urina: o que pode significar?

Embora nem sempre, pode ser indicador de várias doenças, pelo que não deve ser ignorado.
Publicado por: CUF em
Tags: doença renal , hiperplasia benigna da próstata , infeção urinária , infeções urinárias , próstata , rim , sangue na urina , urina

A alteração da cor habitual da urina para encarnado, cor-de-rosa ou laranja pode ser causada pela ingestão de alimentos dessas tonalidades como cenouras, framboesas, mirtilos ou beterraba, e não constitui motivo para alarme.

Porém, pode tratar-se de hematúria, termo médico para aquilo a que vulgarmente se chama "sangue na urina". Este problema, por ser normalmente associado a doenças graves, pode criar ansiedade. Embora nem sempre corresponda a uma patologia, o sangue na urina nunca deve ser ignorado e implica aconselhamento com um urologista. Fique a saber mais.

 

O que é a hematúria?

Segundo a Associação Portuguesa de Urologia (APU), a hematúria é definida como a presença anormal de eritrócitos (glóbulos vermelhos) na urina. Pode ser macroscópica, o que significa que é visível a olho nu, ou microscópica, podendo apenas ser detetada através de uma análise à urina.

 

Causas de hematúria

Frequentemente, o sangue na urina é originado por problemas como:

  • Infeção urinária;
  • Uretrite;
  • Neoplasia da bexiga;
  • Neoplasia da próstata;
  • Neoplasia do rim, do bacinete ou do uréter;
  • Prostatite;
  • Cálculos da bexiga, rim ou uréter;
  • Hiperplasia benigna da próstata - homens com idade superior a 50 anos podem ter hematúria ocasional causada pelo aumento da próstata;
  • Cistite;
  • Doença renal policística;
  • Toma de determinados fármacos (anticoagulantes ou antiagregantes plaquetários);
  • Alterações na coagulação do sangue;
  • Anemia de células falciformes (doença hereditária);
  • Cirurgia recente ao trato urinário.

 

Consultar o médico é essencial

A hematúria pode ou não surgir em simultâneo com outros sintomas, tais como dor/desconforto ao urinar, urina com odor forte, vontade urgente de urinar, micções frequentes, perda de peso sem razão conhecida. Assim, e por poder estar associado às mais diversas patologias, a presença de sangue na urina implica consultar um urologista.

 

Diagnóstico e tratamento

Inclui a história clínica, exame físico e exames à urina. Também poderá requerer exames complementares de diagnóstico como tomografia computorizada (TC), ecografia prostática transretal, cistoscopia, biópsia ou outro(s).

Dado que a hematúria não tem um tratamento específico, este irá incidir na causa subjacente e poderá variar muito - podendo passar pela toma de antibióticos, toma de um fármaco para reduzir o aumento da próstata, cirurgia, entre outros. No entanto, em alguns casos, e mesmo depois de realizados os exames, não é encontrada uma causa específica, pelo que o doente pode ficar mais tranquilo - embora mantendo a vigilância.

 

Sabia que...

Segundo a APU, se a mulher estiver menstruada, o sangue detetado na urina pode ser um contaminante externo - ou seja, pode não ser sangue na urina. Assim, é necessária uma reavaliação posterior após o período menstrual.