Vacina anti-alérgica, administração sob vigilância

As vacinas anti-alérgicas subcutâneas são o único tratamento com potencial para modificar a doença alérgica a longo prazo, podendo prevenir o agravamento da doença e reduzir o risco de novas sensibilizações alérgicas. São habitualmente aplicadas cada 4 semanas. Têm um pequeno risco de reação imediata.