Pneumonia: como nos podemos prevenir?

A pneumonia é uma das principais causas de hospitalização e de morte em Portugal. Todos os anos ocorrem cerca de 150 mil casos e a doença pode atingir pessoas de todas as idades.
Publicado por: CUF em
Tags: dificuldade respiratória , febre alta , pneumonia , pulmão , tosse
Pneumonia: como nos podemos prevenir?

A pneumonia é uma doença pulmonar aguda de causa infeciosa, bacteriana ou não. Existem vários tipos de pneumonia, mas a mais frequente é a pneumonia pneumocócica.

Os sintomas podem variar em função da agressividade do micro-organismo envolvido e do estado da pessoa afetada. Os sintomas mais comuns são febre alta, tosse com expetoração amarelada ou esverdeada, calafrios, falta de ar ou dificuldade em respirar e dores musculares.

 

O que provoca?

A pneumonia é uma inflamação do parênquima pulmonar (onde acontecem as trocas gasosas essenciais à vida) provocada por um micro-organismo infecioso (bactéria ou vírus). Em Portugal, a maior parte das pneumonias é provocada pela bactéria Streptococcus pneumoniae (pneumococo).

 

Quais são os grupos de risco?

  • Idosos com mais de 65 anos;
  • Pessoas a frequentar ou a residir em lares ou instituições similares (deficientes, utentes de centros de dia, centros de reabilitação, etc);
  • Pessoas com doenças crónicas (respiratória, cardiovascular, hepática, renal, diabetes, etc);
  • Prestadores de cuidados de saúde;
  • Pessoas que convivam com doentes de risco;
  • Pessoas com a imunidade deprimida:
    • Com doença neoplásica ativa, VIH/SIDA, asplenia (ausência de baço) ou disfunção do baço, perda de líquido cefalo-raquidiano, recetores de transplante, imunodeficiência primária, entre outras;
    • Com imunodeficiência iatrogénica, isto é, provocada por tratamentos, como quimioterapia e radioterapia, que diminuem as defesas do organismo.

 

Qual é a estação do ano mais perigosa?

O inverno é a estação do ano em que são registados mais casos de pneumonia. O tempo frio, a chuva e a humidade podem provocar inflamações nas vias respiratórias, que se tornam mais suscetíveis à infeção.

 

Quais os cuidados a ter para prevenir a pneumonia?

  1. Vacine os seus filhos. A vacina contra infeções por Streptococcus pneumoniae (pneumococo) está incluída no Plano Nacional de Vacinação. Informe-se com o seu médico ou pediatra.
  2. Tome as vacinas que lhe são recomendadas:
    • Vacina pneumocócica;
    • Vacina contra a gripe para evitar a infeção pelo vírus da gripe, que pode favorecer o risco de pneumonia e suas complicações.
  3. Controle bem a sua doença crónica para evitar internamentos (nos hospitais estão as pneumonias mais graves e resistentes aos antibióticos).
  4. Lave frequentemente as mãos.
  5. Evite estar perto de pessoas com evidências de infeção, como tosse e expetoração.
  6. Adote estilos de vida saudáveis, como não fumar, ter uma alimentação equilibrada, praticar exercício físico e respeitar os períodos de sono, de modo a favorecer uma boa imunidade.
  7. Evite ambientes muito frios, muito secos ou muito húmidos, assim como ambientes com má ventilação, sobrepovoados ou poluídos, que podem favorecer a transmissão de agentes infeciosos.
  8. Areje diariamente os locais onde reside e trabalha.