Hipoparatiroidismo: o que é e causas possíveis

O hipoparatiroidismo é uma condição rara, que resulta da falta de hormona paratiroideia (PTH). Saiba o que é, conheça as causas, os possíveis sintomas e o tratamento.
Publicado por: Catarina Coelho em
Tags: hipoparatiroidismo , tiroide , doenças da tiroide , paratiroideia , PTH
Cansaço sintoma de hipoparatiroidismo

O hipoparatiroidismo é uma condição rara, que resulta da falta de hormona paratiroideia (PTH) e se manifesta por níveis baixos de cálcio no sangue.

A PTH é responsável (juntamente com a vitamina D) pela manutenção dos níveis de cálcio no sangue, atuando quer por via direta no osso e no rim, quer por via indireta no intestino.

Esta hormona é produzida por glândulas especializadas - glândulas paratiroides - que se localizam no pescoço, posteriormente em relação à glândula tiroide. Habitualmente cada um de nós tem quatro destas glândulas.

 

Quais as causas do hipoparatiroidismo?

O hipoparatiroidismo resulta da falta de PTH por destruição ou ausência destas glândulas (por diversas razões: autoimune, cirurgia, desenvolvimento deficiente) ou do seu não funcionamento nos locais adequados (resistência hormonal).

Apesar da sua raridade, a causa mais frequentemente de hipoparatiroidismo é a causa cirúrgica. Nas cirurgia do pescoço, as glândulas paratiroides podem ser retiradas ou lesadas direta ou indiretamente, sendo a experiência do cirurgião fundamental para minimizar o esse risco. Quando ocorre, o hipoparatiroidismo pós-cirúrgico é maioritariamente transitório, sendo a incidência de hipoparatiroidismo permanente estimado em apenas 0.8 a 3% dos casos (de acordo com casuísticas internacionais 1.2%). É o seguimento a prazo que irá distinguir as duas situações.

 

Sintomas de hipoparatiroidismo

O hipoparatiroidismo resulta em níveis baixos de cálcio. Os sintomas associados à baixa de cálcio são diferentes dependendo sobretudo da forma de instalação (súbita versus progressiva).

O hipoparatiroidismo de instalação súbita (pós-cirúrgica) manifesta-se habitualmente por:

  • Formigueiros nas mãos ou nos pés ou ao redor da boca
  • Contrações, espasmos, cãibras musculares
  • Cansaço, irritabilidade

 

Para detetar esta situação são medidos os níveis de cálcio sanguíneo e os níveis da hormona paratiroideia.

 

Tratamento do hipoparatiroidismo

O tratamento do hipoparatiroidismo é feito através de suplementação com cálcio e vitamina D, em formulações próprias e doses adequadas prescritas pelo seu médico.

Nos casos transitórios os suplementos são progressivamente retirados ficando depois o paciente curado.

Nos casos de hipoparatiroidismo permanente é normal ter que realizar testes de sangue e urina de forma regular (semanal/mensal) até se conseguir o ajuste de dose individual. Posteriormente o controlo será feito de acordo com o parecer médico (trimestral, semestral ou anual).

 

A maioria das pessoas com hipoparatiroidismo consegue manter uma boa qualidade de vida apesar da medicação crónica necessária e imprescindível nesses casos.

Hipoparatiroidismo: o que é e causas possíveis

O hipoparatiroidismo é uma condição rara, que resulta da falta de hormona paratiroideia (PTH). Saiba o que é, conheça as causas, os possíveis sintomas e o tratamento.
Publicado por: Catarina Coelho em
Tags: hipoparatiroidismo , tiroide , doenças da tiroide , paratiroideia , PTH
Cansaço sintoma de hipoparatiroidismo

O hipoparatiroidismo é uma condição rara, que resulta da falta de hormona paratiroideia (PTH) e se manifesta por níveis baixos de cálcio no sangue.

A PTH é responsável (juntamente com a vitamina D) pela manutenção dos níveis de cálcio no sangue, atuando quer por via direta no osso e no rim, quer por via indireta no intestino.

Esta hormona é produzida por glândulas especializadas - glândulas paratiroides - que se localizam no pescoço, posteriormente em relação à glândula tiroide. Habitualmente cada um de nós tem quatro destas glândulas.

 

Quais as causas do hipoparatiroidismo?

O hipoparatiroidismo resulta da falta de PTH por destruição ou ausência destas glândulas (por diversas razões: autoimune, cirurgia, desenvolvimento deficiente) ou do seu não funcionamento nos locais adequados (resistência hormonal).

Apesar da sua raridade, a causa mais frequentemente de hipoparatiroidismo é a causa cirúrgica. Nas cirurgia do pescoço, as glândulas paratiroides podem ser retiradas ou lesadas direta ou indiretamente, sendo a experiência do cirurgião fundamental para minimizar o esse risco. Quando ocorre, o hipoparatiroidismo pós-cirúrgico é maioritariamente transitório, sendo a incidência de hipoparatiroidismo permanente estimado em apenas 0.8 a 3% dos casos (de acordo com casuísticas internacionais 1.2%). É o seguimento a prazo que irá distinguir as duas situações.

 

Sintomas de hipoparatiroidismo

O hipoparatiroidismo resulta em níveis baixos de cálcio. Os sintomas associados à baixa de cálcio são diferentes dependendo sobretudo da forma de instalação (súbita versus progressiva).

O hipoparatiroidismo de instalação súbita (pós-cirúrgica) manifesta-se habitualmente por:

  • Formigueiros nas mãos ou nos pés ou ao redor da boca
  • Contrações, espasmos, cãibras musculares
  • Cansaço, irritabilidade

 

Para detetar esta situação são medidos os níveis de cálcio sanguíneo e os níveis da hormona paratiroideia.

 

Tratamento do hipoparatiroidismo

O tratamento do hipoparatiroidismo é feito através de suplementação com cálcio e vitamina D, em formulações próprias e doses adequadas prescritas pelo seu médico.

Nos casos transitórios os suplementos são progressivamente retirados ficando depois o paciente curado.

Nos casos de hipoparatiroidismo permanente é normal ter que realizar testes de sangue e urina de forma regular (semanal/mensal) até se conseguir o ajuste de dose individual. Posteriormente o controlo será feito de acordo com o parecer médico (trimestral, semestral ou anual).

 

A maioria das pessoas com hipoparatiroidismo consegue manter uma boa qualidade de vida apesar da medicação crónica necessária e imprescindível nesses casos.