O seu filho não dorme o suficiente? 5 sinais de alarme + 5 soluções

Pesquisas demonstram que dormir pouco pode debilitar o sistema imunitário, está associado à obesidade e interfere no desenvolvimento e rendimento escolar.
Publicado por: CUF em
Tags: dormir pouco , sono das crianças , sono insuficiente e desenvolvimento , sono insuficiente e obesidade , sono insuficiente e rendimento escolar

Essencial em qualquer idade mas ainda mais importante na fase de crescimento, assegurar que a criança dorme o suficiente deve ser uma prioridade dos pais.

 

Fique a par dos sinais que denunciam que o seu filho está a dormir pouco e saiba, a seguir, como deve atuar:

  1. Nota que a criança tem dificuldade em acordar por si própria e só desperta quando os pais a vão chamar;
  2. Anda irritadiça;
  3. Está muito emotiva, "birrenta" e com variações de humor;
  4. Tem dificuldade em concentrar-se na escola;
  5. Está sonolenta durante o dia.

 

O que fazer?

Se o seu filho apresenta alguns destes sinais de alarme, cabe-lhe adotar as medidas certas para garantir que ele dorme o suficiente:

  1. Jantar Esta refeição não deve ser pesada nem incluir refrigerantes com cafeína. Atenção à sobremesa, porque o chocolate também tem um efeito estimulante.
     
  2. TV e Lda. Evite que o seu filho veja televisão ou esteja entretido com o computador/jogos eletrónicos na hora que precede a altura de ir dormir, pois estas atividades são estimulantes e podem interferir com a facilidade em adormecer.
     
  3. Rotinas A criança deve ir dormir sempre à mesma hora e o ritual que antecede este momento deve ser igual todos os dias - por exemplo, lavar os dentes, ouvir uma história, dar um beijinho de boa noite e o pai/mãe sair do quarto. Esta rotina é importante para que a criança já saiba o passo seguinte e se adapte às várias etapas de forma eficiente.
     
  4. Ambiente do quarto Por vezes, a criança demora a adormecer, dorme mal ou acorda muito cedo porque a cama não é confortável, o quarto está muito quente/frio, tem claridade ou não proporciona o silêncio. Certifique-se que a atmosfera é propícia ao sono.
     
  5. Qualidade vs. Quantidade O número de horas de sono que cada criança precisa é variável. Para algumas, 8 horas equivale a um sono suficiente, enquanto outras necessitam de 10 horas ou mais. O que é necessário é que os pais estejam atentos. Se a situação persistir, é aconselhável consultar o Pediatra.