follow-up cancro da mama

Follow-up

 

As normas internacionais preconizam o seguinte acompanhamento:

 

- Durante os 3 primeiros anos após tratamento: colheita da história clínica e exame físico clínico, cada 3 a 6 meses;

 

- a partir do 4º ano: colheita da história clínica e do exame físico clínico, cada 6 a 12 meses;

 

- a partir do 6º ano: colheita da história clínica e do exame físico clínico, anualmente;

 

- auto-exame da mama mensalmente e alerta para sintomas de eventual recidiva;

 

- exame mamográfico anual; caso a mulher tenha feito um tratamento conservador, a primeira mamografia deve ser feita logo após os 6 meses;

 

- exame ginecológico anual;

 

- acompanhamento por um oncologista médico, nos primeiros 5 anos após o tratamento;

 

- em caso de sintomas e não por rotina, utilização para diagnóstico da radiografia torácica, cintigrafia óssea, ecografia hepática, ecografia pélvica, hemograma, bioquímica hepática, e marcadores tumorais CA 15.3 ou CEA.